Verstappen vence GP dos 70 Anos - Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Verstappen vence GP dos 70 Anos

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·




A vitória de Max Verstappen no GP dos 70 Anos da Fórmual-1, disputado neste domingo, em Silverstone, começou a se desenhar na segunda parte do treino de classificação, quando o holandês da Red Bull fez seu tempo com os pneus duros, os mais resistentes entre os slicks. A chance pelo primeiro lugar para Verstappen cresceu nas primeiras voltas da corrida quando, ao contrário que que eu supunha, ele teve um ritmo mais forte que as Mercedes de Valtteri Bottas, o pole position da prova, e Lewis Hamilton. Com as paradas das Mercedes, Verstappen permaneceu na pista por mais tempo e tratou de administrar os pneus. Mas nem tanto, porque enquanto a equipe pedia para seu piloto economizar pneus, ele respondia que “não ficaria andando como minha vó”, demonstrando mais uma vez a forte personalidade do holandês.
A nona vitória de Verstappen se concretizou quando a Red Bull respondeu perfeitamente à segunda parada de Bottas, chamando seu piloto na mesma volta. Com isso, neutralizou as ações com o finlandês. Antes disso, após sua primeira parada, Verstappen saiu do box colado a Bottas e fez a ultrapassagem na nova reta oposta de Silverstone (como mostra uma das fotos aí de cima). Restou para a Mercedes, portanto, jogar suas fichas com Hamilton. O hexa/heptacampeão permaneceu então na pista por mais voltas apostando em um pit stop no final da corrida para poder atacar os líderes com pneus novos. E foi exatamente assim que Hamilton conseguiria seu maior objetivo no GP dos 70 Anos da F-1, chegar à frente de seu maior rival pelo título da temporada, seu companheiro de equipe.
A dez voltas do fim, Hamilton parou pela última vez e voltou voando para cima de Bottas. O rival ainda reagiu à altura mas não pode segurar um carro que naquela altura da corrida estava muito mais rápido, além de ter o maior piloto da F-1 moderna dentro do cockpit. A briga limpa entre as Mercedes acabou também definindo a vitória de Verstappen, pois Hamilton e Bottas perderam tempo na disputa da segunda posição. De qualquer forma, não teria como Hamilton buscar o líder da prova, pois em nenhum momento da corrida os pneus da Red Bull mostraram sinais de desgaste, provando o maior equilíbrio do carro desenhado pelo mago Adrian Newey.
Com a volta mais rápida também garantida, Hamilton abriu mais quatro pontos de seu maior rival pelo campeonato, embora o segundo lugar do Mundial seja agora Verstappen e não mais Bottas.
O Mundial já volta no próximo domingo com o GP da Espanha – mais certo – ou a terceira seguida em Silverstone, se a FIA considerar perigosa a presença do circo na Espanha, que está sofrendo com a segunda onda do coronavírus.

Resultado final:
1) M. Verstappen - Red Bull - 1h19min993
2) L. Hamilton - Mercedes - a 11s326
3) V. Bottas - Mercedes - a 19s231

4) C. Leclerc - Ferrari - a 29s289
5) A. Albon - Red Bull - a 39s146
6) L. Stroll - Racing Point - a 42s538
7) N. Hulkenberg - Racing Point - a 55s951
8) E. Ocon - Renault - a 1min04s773
9) L. Norris - McLaren - a 1min05s544
10) D. Kvyat - Alpha Tauri - a 1min09s669

11) P. Gasly - Alpha Tauri - a 1min10s642
12) S. Vettel - Ferrari - a 1min13s370
13) C. Sainz Jr - McLaren - a 1min14s070
14) D. Ricciardo - Renault - a uma volta
15) L. Raikkonen - Alfa Romeo - a uma volta
16) R. Grosjean - Haas - a uma volta
17) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - a uma volta
18) G. Russell - Williams - a uma volta
19) N. Latifi - Williams - a uma volta

20) K. Magnussen - Haas - não completou

Melhor volta - L. Hamilton - Mercedes - 1min28s451

Mundial de Pilotos 2020:
1) L. Hamilton - Mercedes - 107 pontos
2) M. Verstappen - Red Bull - 77 pontos
3) V. Bottas - Mercedes - 73 pontos
4) C. Leclerc - Ferrari - 45 pontos
5) L. Norris - McLaren - 38 pontos
6) A. Albon - Red Bull - 36 pontos
7) L. Stroll - Racing Point - 28 pontos
8) S. Perez - Racing Point - 22 pontos
9) D. Ricciardo - Renault - 20 pontos
10) E. Ocon - Renault - 16 pontos
11) C. Sainz Jr - McLaren - 15 pontos
12) P. Gasly - Alpha Tauri - 12 pontos
13) S. Vettel - Ferrari - 10 pontos
14) N. Hulkenberg - Racing Point - 6 pontos
15) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - 2 pontos
16) D. Kvyat - ALpha Tauri - 2 pontos
17) K. Magnussen - Haas - 1 ponto
18) K. Raikkonen - Alfa Romeo - 0 ponto
19) G. Russell - Williams - 0 ponto
20) N. Latifi - Williams - 0 ponto
21) R. Grosjean - Haas - 0 ponto

Mundial de Construtores:
1) Mercedes - 180 pontos
2) Red Bull - 113 pontos
3) Ferrari - 55 pontos
4) McLaren - 53 pontos
5) Racing Point - 41 pontos
6) Renault - 36 pontos
7) Alpha Tauri - 14 pontos
8) Alfa Romeo - 2 pontos
9) Haas - 1 ponto
10) Williams - 0 ponto



Sem comentários

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal