Os motores de 2021 da F-1 - Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Os motores de 2021 da F-1

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Capitaneada pelo inglês Ross Brawn, vice-presidente executivo da nova Fórmula-1, uma reunião nesta terça-feira em Paris definiu os novos motores da categoria, a serem utilizados a partir de 2021, com custo reduzido e aumento do ruído, para atrair mais fabricantes e conquistar mais fãs.
- Nós escutamos atentamente o que os fãs pensam sobre as unidades de potências atuais e o que eles gostariam de ver em um futuro próximo, com o objetivo de definir um conjunto de regulamentos que proporcionem um powertrain mais simples, mais barato e mais ruidoso – disse Brawn. - A nova F1 tem como objetivo ser a principal competição mundial de esportes casada com tecnologia de ponta, para excitar, engajar e admirar os fãs de todas as idades, mas de forma sustentável. Acreditamos que a futura unidade alcançará isto.
Os novos motores não terão um biturbo, como estava sendo anunciado. Serão um V6 com turbo único e retirada da MGU-H, o gerador de energia do propulsor. Para as viúvas do zunido agudo e maravilhoso dos antigos motores aspirados, como eu, uma esperança. As novas unidades terão aumento das rotações em 3.000 rpm, atualmente em 15.000, passando para 18.000 rotações por minuto, como era nos aspirados. Vamos ver na prática se aquele berro característico dos aspirados volta, pelo menos parecido.
Com a promessa de simplificar e reduzir os custos dos motores, a Porsche e a Aston Martin, além da McLaren construir seu próprio propulsor, já manifestaram interesse de começarem a produzir suas máquinas.



1 comentário
Média dos votos: 110.0/5
Duda
2017-11-01 20:39:05
Não terá zunido agudo por ser turbo. Aliás, o motor turbo é o caminho que a industria está seguindo, então a F1 tem que seguir a tendência caso queira ver empresas investindo no esporte. Mas a minha esperança era ver um motor biturbo como nos anos 80 (onde o ronco "bravo" dos carros era também maravilhoso). Tendo apenas 1 saída de escape, teremos menos barulho. E a trapizonga híbrida vai continuar também. E pelo jeito a regra de não poder trocar o motor também. Meio broxante esse anúncio. Não parecem ter ouvido os fãs.

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal