Hamilton vence no Canadá - Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Hamilton vence no Canadá

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


O GP do Canadá deste ano será lembrado por muito tempo. Não por mais uma vitória de Lewis Hamilton, mas pelo incidente envolvendo os dois principais astros da Fórmula-1 no momento, o pentacampeão e Sebastian Vettel, autor da pole position no sábado. Com uma disputa intensa entre os dois na prova, com o piloto da Ferrari em primeiro lugar, aconteceu o que ninguém queria: uma punição decidindo o resultado de uma corrida. Vettel errou a tomada da primeira chicane de Montreal, saiu da pista e retornou bloqueando a passagem de Hamilton, que teve de frear para não bater na Ferrari de número 5. Se iniciou aí uma longa reunião com os três comissários oficias para analisarem o incidente.
Depois de muito tempo, veio a punição de 5 segundos para Vettel, que seguiu na frente até a bandeirada final. No retorno aos boxes, Vettel não levou seu carro para o lugar dos três primeiros colocados determinado pela direção de prova. Depois, sumiu para dentro dos boxes e só voltou a mando da Ferrari. Antes de ir para a sala que antecede o pódio, Vettel ainda trocou a placa que marca as posições na frente dos carros, colocando o número 2 na frente da Mercedes de Hamilton. No pódio, Hamilton puxou o rival para o lugar mais alto, mas o alemão pouco ficou ali, descendo em seguida para a sua posição, de segundo colocado. A torcida canadense aplaudiu Vettel e vaiou Hamilton. Na entrevista, ainda no pódio, Vettel interrompeu uma resposta de Hamilton para dizer que a torcida não deveria ter vaiado o piloto inglês, por considerar que o rival nada teve a ver com a decisão dos comissários. E foi embora.
Realmente, Hamilton não tem nada a ver com a infelicidade de Vettel. E aí, algumas considerações decisivas:
- A punição a Vettel foi justa? Sim. Ele sabia que o Hamilton estava colado nele naquela altura da prova. Quando ele errou na chicane, não deveria ter voltado para o traçado da pista, pois poderia provocar um acidente com a Mercedes.
- Como o julgamento foi subjetivo (Vettel tinha lá suas razões, pois ao sair na grama, seu carro ficou instável e estava apontado para o traçado da pista e só poderia ter retornado por aquele ponto), os comissários poderiam ter aliviado e não ter punido o alemão para não estragar a competição? Não. Regras são regras. O Vettel poderia sim ter provocado um sério acidente, evitado pela rápida ação de Hamilton, que freou o carro para não bater.
- Vettel sai como o “vencedor moral” do GP do Canadá? Sim. A atuação de Vettel na etapa canadense, com uma brilhante pole position e uma grande atuação na corrida pode representar o início de uma nova fase para o tetracampeão. Mas não devemos esquecer que ele cometeu um erro na prova. E que lhe custou a vitória.
Faltam agora apenas 13 vitórias para Hamilton igualar as 91 de Michael Schumacher.

1) L. Hamilton - Mercedes - 1h29min07s084
2) S. Vettel - Ferrari - a 3s658 - punido em 5s
3) C. Leclerc - Ferrari - a 4s696

4) V. Bottas - Mercedes - a 51s043
5) M. Verstappen - Red Bull - a 57s655
6) D. Ricciardo - Renault - a uma volta
7) N. Hulkenberg - Renault - a uma volta
8) P. Gasly - Red Bull - a uma volta
9) L. Stroll - Racing Point - a uma volta
10) D. Kvyat - Toro Rosso - a uma volta

11) C. Sainz Jr - McLaren - a uma volta
12) S. Perez - Racing Point - a uma volta
13) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - a uma volta
14) R. Grosjean - Haas - a uma volta
15) K. Raikkonen - Alfa Romeo - a uma volta
16) G. Russell - Williams - a duas voltas
17) K. Magnussen - Haas - a duas voltas
18) R. Kubica - Williams - a três voltas

19) A. Albon - Toro Rosso - não completou
20) L. Norris - McLaren - não completou

Piloto do Dias - S. Vettel - Ferrari
Melhor volta - V. Bottas - Mercedes - 1min13s078

Mundial de Pilotos 2019:
1) L. Hamilton - Mercedes - 162 pontos
2) V. Bottas - Mercedes - 133 pontos
3) S. Vettel - Ferrari - 100 pontos
4) M. Verstappen - Red Bull - 88 pontos
5) C. Leclerc - Ferrari - 72 pontos
6) P. Gasly - Red Bull - 36 pontos
7) C. Sainz Jr - McLaren - 18 pontos
8) D. Ricciardo - Renault - 16 pontos
9) K. Magnussen - Haas - 14 pontos
10) S. Perez - Racing Point - 13 pontos
11) K. Raikkonen - Alfa Romeo - 13 pontos
12) L. Norris - McLaren - 12 pontos
13) N. Hulkenberg - Renault - 12 pontos
14) D. Kvyat - Toro Rosso - 10 pontos
15) A. Albon - Toro Rosso - 7 pontos
16) L. Stroll - Racing Point - 6 pontos
17) R. Grosjean - Haas - 2 pontos
18) A. Giovinazzi - Alfa Romeo - 0 ponto
19) G. Russell - Williams - 0 ponto
20) R. Kubica - Williams - 0 ponto

Mundial de Construtores 2019:
1) Mercedes - 295 pontos
2) Ferrari - 172 pontos
3) Red Bull - 124 pontos
4) McLaren - 30 pontos
5) Renault - 28 pontos
6) Racing Point - 19 pontos
7) Toro Rosso - 17 pontos
8) Haas - 16 pontos
9) Alfa Romeo - 13 pontos
10) Williams - 0 ponto



6 comentários
Média dos votos: 160.0/5
Daniel Dias
2019-06-13 23:09:23
Francisco, eu tb tenho muita saudade daquela F-1. O braço do piloto era decisivo. E os carros quebravam. Nem isso tem mais, só quando a Mercedes estourou de propósito o motor do Hamilton na Malásia pra dar o título pro Rosberg.
Francisco Cavalin
2019-06-12 00:20:09
KKK. Mas como era boa aquela F1! Não tinha pit stop, pneu era um só que durava a prova inteira e não tinha asa móvel, no máximo o botão turbo que os 2 podiam usar. E tinha brasileiro disputando campeonato. Tá feia a coisa. "Que fase" como diz Milton Leite.
Daniel Dias
2019-06-11 22:58:04
Perfeito, Nata! Concordo em tudo. E realmente o Villeneuve e o Arnoux teriam saído algemados mesmo kkk
Natanael Felipe Rhoden
2019-06-11 18:15:36
Regras existem para ser cumpridas, beleza. Porém creio que o Vettel fez a manobra muito mais por instinto de piloto, afinal ele não iria vender barato a posição. Problema dos comissários é que acabam tomando medidas diferentes para atitudes iguais, ou seja, não há uma padronização.As vezes que o Schumacher na afirmação do Francisco fez, foi com o objetivo claro de tirar o adversário da disputa, até porque a circunstância de se autoeliminar levando junto o adversário o favorecia. Eu imagino se fosse nos dias de hoje Villeneuve e Arnoux que protagonizaram aquela épica batalha em 1979 na França, sairiam sem habilitação e presos por direção perigosa
Daniel Dias
2019-06-10 23:58:48
Exatamente isso! Só acho que, ao contrário do Schumacher, a ação do Vettel não perniciosa, acho que ele fez isso no intuito de defesa. Mas, de qualquer maneira, mereceu a punição.
Francisco Cavalin
2019-06-10 11:30:29
A punição foi justa. No vídeo, na câmera on board, percebesse que Vettel, após sair da grama vira o volante para a direita, não para estabilizar o carro, pois em nenhum momento ele perde o controle, mas com a intensão de fechar Hamilton.
Schumacher fez isso 2 vezes, na primeira levou, na segunda foi desclassificado do campeonato.

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal