Perez e ordens de equipe - Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Perez e ordens de equipe

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

O mexicano Sergio Perez, 27 anos, é um caso à parte na Fórmula-1. No primeiro momento na categoria, a partir de 2011, o agora piloto da Force India assombrou o circo no seu segundo ano na Sauber, no GP da Malásia, fazendo uma grande corrida e chegando na Ferrari do espanhol Fernando Alonso. Seu carro, a Sauber, era empurrado pelo motor da Ferrari. Talvez por isto, Perez tirou o pé quando chegou no espanhol e se negou a atacar o primeiro piloto da "equipe principal" da Sauber.
Aquilo pegou mal para o mexicano, mas sua atuação chamou a atenção da McLaren, que ficaria sem Lewis Hamilton no final da temporada de 2012. A escuderia inglesa então contratou Perez para 2013, para correr ao lado de Jenson Button. O único ano do mexicano veloz na grande McLaren foi um desastre absoluto, inclusive chegando a bater no seu companheiro de equipe. Perez foi demitido. Em 2014, a Force India buscou o trabalho do mexicano. Desde lá, Perez tem reconstruído sua carreira, com uma boa curva positiva, além de ter baixado a bola na arrogância que o levou a brigar com o companheiro na McLaren e por ter se tornado um ótimo anfitrião e embaixador do GP do México.
No fim de semana passado, a Force India se destacou no GP do Canadá, e só não subiu ao pódio porque Perez não abriu passagem para o companheiro, o francês Esteban Ocon, de 20 anos, mais rápido durante a prova. Em recuperação na corrida, Sebastian Vettel, da Ferrari, chegou na dupla da Force India no finalzinho da prova e ultrapassou os dois, com ultrapassagens magníficas.
Se Perez tivesse cedido a posição para Ocon, provavelmente o francês teria passado o australiano Daniel Riccardo, da Red Bull, o terceiro colocado no final da etapa canadense. Nesta quarta-feira, Perez foi cobrado por não ter obedecido uma possível ordem de equipe para ajudar o companheiro.
- É simples. Não obedeci a ordem para abrir passagem porque esta ordem não veio em nenhum momento da prova. Se tivesse vindo, teria obedecido – disse o mexicano.
Pelas últimas temporadas do Perez, vou acreditar... Mas não abusa...



2 comentários
Média dos votos: 120.0/5
Daniel Dias
2017-06-19 03:08:24
E aí, brother.
Concordo em tudo contigo. O mexicano só anda bem em carro pequeno.
Eduardo
2017-06-16 14:26:20
Perez é pilotinho de equipe pequena. Se fosse "o cara", teria arrebentado no seu ano na McLaren. Quando o piloto é bom, aproveita todas as chances.

Dito isso, acho que se o Ocon estivesse realmente mais rápido que o Perez, teria atacado de forma mais incisiva. É mais ou menos como o episódio do "Fernando is faster than you" - se tá mais rápido, então ultrapassa!

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal