Hamilton vence e encosta em Vettel - Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Hamilton vence e encosta em Vettel

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Lewis Hamilton não tomou conhecimento da concorrência e desfilou no seu GP neste domingo, em Silverstone, décima etapa do Mundial de Fórmula-1. De quebra, e muito mais importante, viu finalmente o primeiro infortúnio de Sebastian Vettel na temporada. O piloto da Ferrari, ainda líder do campeonato, mas agora a apenas um ponto, teve um pneu furado na penúltima volta, quando ocupava a terceira colocação.
Na largada, atrás do piloto da Mercedes, as coisas se complicaram, com Max Verstappen ganhando a posição de Vettel. Os dois pilotos brigaram bastante na primeira volta e mais tarde, antes das paradas de box. E aí prevaleceu a falta de bom senso do maluco holandês da Red Bull, que quase tirou o líder do campeonato da pista, além de mudar de trajetória nas freadas, algo proibido pelo regulamento.
Não conseguindo a ultrapassagem, Vettel partiu para seu pit stop. Verstappen parou na volta seguinte, com a equipe demorando um pouco para trocar o pneu traseiro esquerdo. Nestas horas é que se vê a falta de respeito de um piloto com os mecânicos. Verstappen saiu dos boxes sacudindo a cabeça e expondo o erro dos mecânicos. Como resultado, o holandês perdeu a posição para Vettel.
Punido no treino de classificação, Daniel Ricciardo largou na penúltima posição e fez uma corrida espetacular, ganhando muitas posições em ultrapassagens na pista, não em paradas. Também punido em cinco posições por ter trocado o câmbio, Valtteri Bottas saiu no nono lugar no grid e permaneceu mais tempo antes da parada de box, pois largou com os pneus mais duros.
No final, deu certo porque o finlandês tinha pneus mais rápidos e superou Vettel e Kimi Raikkonen, completando a dobradinha da Mercedes no domingo festivo para a Flecha de Prata e quase trágico para a Ferrari. De 20 pontos, a diferença entre os dois primeiros do Mundial caiu para apenas um ponto, porque o mundo caiu sobre a equipe italiana nas três últimas voltas, com Raikkonen e Vettel tendo o pneu dianteiro esquerdo estourado. Primeiro, parou o finlandês, depois, o alemão, que acabou caindo para a sétima posição.
O safety car teve de ser acionado na segunda volta por causa de mais uma cagada em equipe de Daniil Kvyat, que errou nas sequência de Esses de antes da reta do Hangar e bateu no companheiro Carlos Sainz Jr., tirando o espanhol da prova. Com isto, o russo pode ter garantido sua despedida da Toro Rosso e da F-1.
O GP da Inglaterra serviu para recolocar lenha na intensa luta de Vettel e Hamilton. Entretanto, como Silverstone era inteiramente favorável ao carro da Mercedes, o próximo, Hungaroring, ajudará mais os bólidos da Ferrari. Uma coisa, porém, é certa. A temporada de 2017 já é a mais emocionante em muitos anos na F-1, porque a guerra é entre duas equipes e não na mesma, como ocorreu de 2014 ao ano passado.



2 comentários
Média dos votos: 120.0/5
Daniel Dias
2017-07-18 22:42:37
Pois é, pior que tu tens razão. E esta tua "paixão" pelo Hamilton já é histórica... kkk
Matteus Saldanha
2017-07-17 11:26:08
Olha... a Mercedes tem um carro muito melhor que o da Ferrari, os bons resultados de Vettel até aqui e o heroico primeiro lugar no campeonato que ainda mantem, se dao por meritos apenas dele.

Vai ser dificil algum piloto da Mercedes nao levar esse titulo, infelizmente. Sendo assim, dos males o menor, que dê Bottas. Pois eu odeio declaradamente o Hamilton.

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal