Hamilton: "alguém não quer que eu seja campeão". - Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Hamilton: "alguém não quer que eu seja campeão".

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·


Pela primeira vez na Fórmula-1 moderna alguém falou claramente sobre um problema dentro de sua equipe. Como todos sabem, Lewis Hamilton teve um motor estourado no GP da Malásia de domingo passado quando liderava a prova, enquanto o Nico Rosberg se quebrava para se recuperar de uma batida sofrida pela Ferrari de Sebastian Vettel na largada.
Já disse aqui que considero um absurdo, nos dias de hoje, uma quebra de motor em equipe de ponta. Isso é coisa de um passado muito remoto da F-1.
Disse o Hamilton primeiro, depois da prova:
- Alguma coisa deve estar muito errada. Tem oito carros correndo com motor Mercedes e só o do meu quebra.
Disse o Hamilton, nesta segunda-feira, já no Japão:
- A Mercedes tem de me dar alguma explicação. Acho que tem alguém dentro da equipe que não quer me ver campeão neste ano! O motor que quebrou era novo!
Hamilton não pode dizer quem é este "alguém" dentro da Mercedes que não quer vê-lo campeão. Mas eu posso. E digo os nomes, sobrenomes e nacionalidades, necessariamente nesta ordem:
Primeiro: Toto Wolff, chefe de equipe da Mercedes. O austríaco sempre preferiu, claramente, o Rosberg.
Segundo: Dieter Zetesche. O pavão bigodudo alemão e CEO da Mercedes-Benz é obvio que quer ver um alemão campeão com a alemã Mercedes. O pavão não engoliu os dois títulos de um inglês com a Mercedes.
Terceiro: Niki Lauda. Embora seja uma lenda na F-1, o austríaco não está acima de qualquer suspeita, e prefere o alemão Rosberg. Só por exemplo: na batida de Hamilton e Rosberg na largada do GP da Espanha deste ano, Lauda soltou todos os palavrões que lembrava contra o inglês. Na verdade, a culpa pelo acidente foi de Rosberg, que fechou a passagem e atirou o rival-companheiro na grama.



Sem comentários

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal