Hamilton assombra e se assombra no México - Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Hamilton assombra e se assombra no México

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Ainda com uma ponta de esperança de chegar ao seu quarto título nesta temporada, o inglês Lewis Hamilton pulverizou a concorrência na classificação do GP do México, antepenúltima etapa do Mundial de Fórmula-1, e assegurou mais uma pole position de sua coleção neste sábado. No entanto, o tricampeão levou um susto na segunda parte do treino oficial. Disto, trato em seguida.
Correndo sempre na retranca desde o começo dos treinos no México, o líder do campeonato, o alemão Nico Rosberg, brilhou também na sua última volta no Q3, conseguindo um lugar ao lado de Hamilton na primeira fila. Os diretores da Mercedes Toto Wolff e Niki Lauda vibraram muito quando apareceu o tempo do alemão no monitor de TV. A alegria da dupla é devido ao perigo que representaria a presença de Max Verstappen na primeira fila. Com isso, as Red Bull ocupam a segunda fila do grid de largada, com Daniel Ricciardo em quarto. As Mercedces largam com pneus macios (pois conseguiram seu tempo no Q2 com este tipo de pneu), enquanto as Red Bull partem com os supermacios, mais rápidos mas menos duráveis.
No Q2, houve um incidente extremamente perigoso e grave. No novo "estadinho" do Hermanos Rodriguez, na conclusão da volta, Hamilton estava em uma tentativa rápida de fazer tempo com os pneus macios quando teve pela frente Sebastian Vettel. O tetracampeão, bem mais lento, manteve a Ferrari na linha de tangência da última curva, forçando que o inglês jogasse o carro para a direita e entrasse todo torto na parte que restou da Peraltada.
Um piloto do nível de Vettel jamais poderia ter feito uma manobra deste tipo. A única desculpa aceitável seria que o alemão não tivesse visto a aproximação da Mercedes, o que também seria grave. Um piloto de qualquer tipo de competição deve manter a atenção máxima durante todo o tempo.
No Q3, Vettel talvez tenha caído em si com a grande bobagem feita contra Hamilton e simplesmente saiu da pista no "estadinho" para não atrapalhar Rosberg.
Na entrevista coletiva dos três primeiros da classificação, um Rosberg bem simpático e aliviado falou de sua volta e elogiou o companheiro:
- Não fiz uma volta perfeita. Perfeito foi o Lewis! Mas estou satisfeito por ter conseguido chegar mais perto dele no final.
Rosberg pode conquistar seu primeiro título já nesta etapa, embora seja improvável. Para isto, tem de vencer a corrida e torcer para que Hamilton não chegue na zona de pontuação.

1. Hamilton, Mercedes, 1min18s704
2.   Rosberg, Mercedes, 1min18s958
3.   Verstappen, Red Bull, 1min19s054
4.   Ricciardo, Red Bull, 1min19s133
5.   Hulkenberg, Force India, 1min19s330
6.   Raikkonen, Ferrari, 1min19s376
7.   Vettel, Ferrari, 1min19s381
8.   Bottas, Williams, 1min19s551
9.   Massa, Williams, 1min20s032
10. Sainz Jr., Toro Rosso, 1min20s378
11. Alonso, McLaren
12. Perez, Force India
13. Button, McLaren
14. Magnussen, Renault
15. Ericsson, Sauber
16. Wehrlein, Manor
17. Gutierrez, Haas
18. Kvyat, Toro Rosso
19. Nasr, Sauber
20. Ocon, Manor
21. Grosjean, Haas
22. Palmer, Renault * Não participou da classificação porque foi encontrada uma rachadura no chassi. A equipe deve montar um novo chassi para a corrida.



Sem comentários

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal