As feridas da Ferrari - Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

As feridas da Ferrari

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

As feridas da surra levada da rival Mercedes na prova anterior, em Barcelona, ainda não cicatrizaram na Ferrari. E a grande esperança da dupla de pilotos da equipe italiana está na próxima etapa, nas ruas de Monte Carlo, aonde a escuderia fez uma dobradinha convincente no ano passado. Mas aí vai um lembrete para a Ferrari: o carro deste ano não é mais curto entre-eixos em comparação ao da Mercedes. Esse foi o principal diferencial do carro ferrarista de 2017 nos circuitos travados, como o de Mônaco, da Hungria e de Cingapura.
Tanto Sebastian Vettel quanto Kimi Raikkonen trataram logo de dizer que a corrida da Espanha foi atípica. Para a dupla, a equipe não conseguiu encontrar em momento nenhum o acerto para a pista e para os pneus. Vettel foi ainda mais positivo:
- O normal neste ano é termos rendimento similares (Ferrari e Mercedes), com a gente ligeiramente na frente, não como foi em Barcelona.
Vamos ver!



Sem comentários

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal