Histeria e Regra de Três - Blog da Fórmula-1 de Daniel Dias - Dias ao Volante

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Histeria e Regra de Três

Dias ao Volante
Publicado por em F-1 ·

Os caóticos acontecimentos do GP do Brasil deste ano parecem ter mexido, melhor, dado um nó na cabeça do estrela global Galvão. Sempre disposto a ocupar o posto de protagonista da cobertura, o homem escorrega mais que o Grosjean fez na volta de instalação no grid.
Mostrando que o narrador, que insiste em falar de seus 40 anos de experiência na F-1, que só provam que ele está velho, estava mais estranho neste domingo que o normal está em sua manifestação no grave acidente de Kimi Raikkonen em plena reta de Interlagos. Quando viu ao vivo o finlandês batendo no muro, o experiente narrador não entendeu bem o que estava acontecendo, passando a gritar histericamente e meio que a debochar do Homem de Gelo. Com certeza depois de ter sido alertado pelo "ponto" no ouvido, ele baixou a bola e passou a dizer dos graves riscos pelos quais passou o campeão de 2007.
Mas o mais engraçado foi ouvir o Galvão tentando formular uma Regra de 3, mais simples que passar uma Sauber em qualquer lugar do mundo, para tentar calcular o que seriam 75% de voltas da prova para que os pilotos recebessem 100% da pontuação.
Galvão, a Regra de Três é a operação matemática mais banal do mundo, não aquela coisa que você disse no ar. A Regra de Três Simples, que era o caso,
permite encontrar um quarto valor que não conhecemos em um problema, dos quais conhecemos apenas três deles. Assim, encontraremos o valor desconhecido a partir dos três já conhecidos. Vamos lá: o número total de voltas do GP do Brasil é 71. Esse é um dos números conhecidos. O segundo conhecido é o 100%. O terceiro é o 75%. Então, multiplica o 71 por 75 (%) e divida por 100 (%). O resultado é o número de voltas necessárias para serem percorridas para dar o total de pontuação. Não complica, amigo!



3 comentários
Média dos votos: 130.0/5
Daniel Dias
2016-11-20 20:22:11
Sim, este cálculo dele está certo, mas retrata bem como é a cabeça dele. Pra que dar uma volta enorme se dava pra ir direto ao ponto, com a banal regra de três?
Natanael Felipe Rhoden
2016-11-20 20:21:56
Fizeram uma enrolação pra algo simples. 75% de prova são 3/4. Era apenas dividir 71 por 4 e multiplicar por 3. Pior ainda foi o repórter que errou a conta. Cada vez mais sessão comédia. E obviamente que o homem estará narrando a prova final em Abu Dhabi.
Matteus Saldanha
2016-11-20 20:21:45
Acho que você está pegando demais no pé do Galvão auhhsuahushuahus Ele explicou de uma forma simples também, o problema foi que ele gaguejou no meio do cálculo e ficou tudo confuso. Mas o que o Galvão quis dizer foi o seguinte: Pegue as 71 voltas. Divide por 4. E o valor restante multiplica por 3 = o número de voltas necessárias para serem percorridas para dar o total de pontuação. Eu entendi o Galvão. Mas entendo quem não entendeu... ele gaguejou, se atrapalhou e aprontou mais outra.

Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal